Escrevo este manifesto para demonstrar que se podem realizar acções opostas, ao mesmo tempo, num único e fresco movimento. Sou contra a acção; e em relação à contradição conceptual, e à sua afirmação também, não sou contra nem a favor.


Pedro Marques @ 18:39

Sex, 28/01/11

Estou há cerca de três meses a dar aulas de inglês nas actividades extra-curriculares dos alunos do primeiro ciclo. Tenho duas turmas do quarto e uma do terceiro. Para além da alegria de poder voltar à "minha" escola, já que a inaugurei nos anos 70, em 76, creio, fiquei espantado a olhar para o recreio que tinha aumentado, para as salas de aula todas com computadores, claro, o ginásio transformado em meio refeitório com um ecrã de televisão gigantesco, permanentemente ligado. Um campo de futebol com balizas e redes (!), coisa quase inaudita na zona, tabelas de basquete, etc. Os melhoramentos são incríveis. Na minha sala de aula fizeram uma biblioteca que, espanto dos espantos, está fechada quase sempre.

Já tive oportunidade de entrar na biblioteca uma vez, para uma reunião de professores. Fiquei pasmado quando soube que a biblioteca não está aberta porque não há ninguém para tomar conta dela. Não há nenhum funcionário para manter um equipamento da importância de uma biblioteca a funcionar numa escola primária? O quê? Quando soube que os professores de música não tinham uma sala para manter os seus instrumentos ligados, montados, enfim, para haver uma sala de música, como é do mais elementar bom senso, perguntei porque não se utilizava a biblioteca que estava fechada permanentemente. A directora da escola disse-me para eu escrever uma carta ao director do agrupamento a solicitar o uso da sala para esse fim. Eu assim o fiz, no dia a seguir. (E voluntarizei-me logo para ir de manhã manter a biblioteca aberta para os alunos que não quiserem andar a correr e a jogar à bola no recreio, na mesma carta.) Mas a pergunta mantém-se. É preciso escrever uma carta ao director do agrupamento a solicitar a abertura de uma biblioteca para poder dar aulas?

Ainda não recebi a resposta mas já imagino qual vai ser.