Escrevo este manifesto para demonstrar que se podem realizar acções opostas, ao mesmo tempo, num único e fresco movimento. Sou contra a acção; e em relação à contradição conceptual, e à sua afirmação também, não sou contra nem a favor.


Pedro Marques @ 18:43

Qui, 13/05/10

Estou a falar da necessidade que a vida tem para construir uma casa para os seus sentimentos. (...) Enquanto casa de Deus, o mundo é, sem dúvida, infinitamente maior e mais rico que uma igreja; e o espírito do homem, ao adorar o mistério divino, é incomparavelmente mais nobre e mais precioso que seja em que altar for. Mas é este o destino de todos os sentimentos que querem construir uma casa: tornam-se pequenos, diminuem, evidentemente, e tornam-se até um pouco pueris por causa da sua vaidade.

 

Luigi Pirandello, in À Saída - Mistério Profano. Trad. Luís Miguel Cintra.